Fadiga Adrenal

Infelizmente, aqui no Brasil, alguns colegas mal informados fazem o diagnóstico de fadiga adrenal e indicam um tratamento que pode ter consequências desastrosas para a saúde do paciente.

 

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia se pronunciou neste comunicado sobre o assunto: http://www.endocrino.org.br/media/uploads/fadiga_adrenal_-_sbem_2016_-_final.pdf

 

“Entretanto, os defensores da ‘fadiga adrenal’ eventualmente recomendam ‘suplementos de hormônio adrenal’ (hidrocortisona, prednisona, prednisolona, dexametasona, entre outros), principalmente sob a forma de ‘fórmulas magistrais’ (preparadas em Farmácias de Manipulação). Neste caso, isto pode ser perigoso e trazer importantes consequências para a sua saúde.”

 

“O uso inadequado de corticosteroides pode estar associado a alguns efeitos adversos (alguns deles extremamente graves), como aumento da pressão arterial sistêmica, ganho de peso, aumento da glicose no sangue, alterações no humor (como depressão e/ou ansiedade), redução na massa óssea (osteoporose), entre outros.“

 

Por favor desconfiem de um diagnóstico de Fadiga Adrenal, e tenham muita cautela ao iniciarem um Tratamento Hormonal. Peçam sempre a opinião de um médico associado à Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

 

A Endocrine Society chama este diagnóstico de Fadiga Adrenal de: um mito que deve ser dissipado.

 

Leia mais no link: https://www.endocrine.org/news-room/press-release-archives/2010/new-fact-sheets-dispel-myths-of-adrenal-fatigue

 

+ Tratamento do Cansaço e Stress no Homem

Categoria: Artigos

2 Comentários

2 comentários

Comments are closed.