Medicina Preventiva, tumor de ovário e iodo

Em outubro de 2012 a paciente M.C. F., 58 anos, casada, 2 filhas, relações públicas, veio para consulta com a seguinte queixa: “- Meu metabolismo está lento, estou aumentando 1 kg por ano, nos últimos 6 anos. Minha memória e concentração estão ruins. Tomo hormônio do crescimento há 6 anos, uso um implante americano de hormônios, tomo remédio para ácido úrico e para evacuar (evacuo seco e dói) e iodo (!!!). Me sinto gelada e sem energia. Sinto dor de cabeça e formigamento nas mãos, às vezes. Durmo mal, só 6 horas por noite.”

 

Meus queridos, se trata de uma senhora elegante, no peso ideal, que pratica exercícios, que criou muito bem suas 2... Continue lendo

Hormônios podem evitar Câncer

Está mais do que na hora de questionar a crença de que hormônios dão câncer.
Fato: O que costumamos chamar de hormônios não são verdadeiramente hormônios, são drogas químicas que tem efeito semelhante aos hormônios produzidos pelo nosso organismo em condições normais de saúde.

 

Não é possível patentear substâncias produzidas por nosso organismo, por isso não interessa às indústrias farmacêuticas produzi-las.
A indústria produz drogas que tem efeitos colaterais como o câncer e doenças do coração.

 

Os trabalhos médicos que deram origem a notícia que hormônios dão câncer foram feitos com drogas sintéticas,... Continue lendo

Harvard Medical School – Boston, USA, Maio de 2013 – Medicina Preventiva

http://www.preventionprinciples.com/

 

Harvard Medical School é reconhecida mundialmente como líder no ensino médico, elaborou o único Curso dos EUA onde o foco á a prevenção das doenças, através de exames e estratégias avançadas.

 

Um grande desafio para os médicos atualmente é se manter atualizado diante aos rápidos avanços da Medicina e este Curso abordou temas como a Prevenção do câncer, de doenças cardiovasculares como o enfarto, derrame e pressão alta, prevenção de doenças infecciosas, prevenção da obesidade, da diabetes, prevenção da demência, etc.

 

Este é o terceiro ano deste Curso pioneiro, 200... Continue lendo

É possível reverter o envelhecimento e o adoecimento do aparelho cardiovascular?

O paciente C. W., 56 anos, 85,5kg, 1,76 cm, contador aposentado, iniciou o tratamento conosco em outubro de 2010.

 

“- Gostaria de perder a barriga. Tomo há 10 anos remédio para abaixar o colesterol. Tive ereção matinal até os 50 anos, agora raramente. Minha performance sexual diminuiu 50 %. Demoro mais para ter uma ereção. Diminuiu o volume que eu ejaculo. Faço atividade física 5 vezes por semana, às vezes vou obrigado, e no fim do dia já estou muito cansado. Minha memória e a capacidade de concentração pioraram. Estou desmotivado. Sinto mais frio. Meus olhos ficam inchados.”

 

Os exames de sangue demonstraram : Uma... Continue lendo