Paciente melhora da Osteoporose e dos sintomas da Menopausa

Em maio de 2012, a paciente R. R., casada, 2 filhos, psicóloga, 56 anos, iniciou o tratamento médico conosco com as seguintes queixas: “Dra., depois que eu entrei para a menopausa, ando deprimida, sensível, chorando à toa e muito ansiosa. Minha vagina está seca e a unha está fraca. Não sinto vontade de sexo. Ás vezes tenho palpitações. Meus ossos estão enfraquecendo: apareceu Osteoporose, mesmo eu fazendo exercícios! Minha autoestima está baixa”.

 

Iniciamos o tratamento hormonal bioidêntico, o uso de vitaminas e sais minerais, diminuímos o seu consumo de proteína animal e carboidratos simples, e aumentamos o consumo de verduras, vegetais e frutas.

 

Em abril de 2015, após quase 3 anos de tratamento: “Estou bem, animada, viajando bastante! Minha energia e disposição estão ótimas! Vou à academia 5 vezes por semana. Durmo bem. Minha vagina está hidratada e voltou minha vontade de ter relações sexuais. Não tenho mais palpitações. Minhas unhas e cabelos melhoraram”.
Seus exames também melhoraram: o quadro de Osteoporose se atenuou e a paciente se encontra em tratamento para Osteopenia.

 

Seus exames de sangue também melhoraram, o marcador de inflamação diminuiu de 47 para 20. A dosagem de ferro aumentou, a viscosidade de seu sangue diminuiu de 429 para 283, diminuindo seu risco para derrame, AVC e trombose! Seus níveis sanguíneos de vitaminas e sais minerais e hormônios estão melhores, seu risco para diabetes diminuiu de 5,8 para 5,4. Os triglicerídeos diminuíram de 129 para 88, o marcador de risco para doenças cardiovasculares caiu de 0,45 para 0,16. O funcionamento de seu fígado e pâncreas melhoraram e sua pressão arterial normalizou: de 144×93, atualmente está 128×75.

 

Em 2012 – Conclusão Diagnóstica: Osteoporose

 

Obs.: A comparação com o exame anterior de 13/01/2010, baseada na Variação Mínima Significativa* calculada em nosso serviço, revela Coluna lombar L1L4: redução de 11,6% da BMD.
Fêmur proximal direito: redução de 6,9% da BMD do colo femoral e 6,7% do fêmur total.

Fêmur proximal esquerdo: redução de 8,7% da BMD do colo femoral e 6,0% do fêmur total.
Em 2015 – Conclusão Diagnóstica: Osteopenia

 

Obs.: A comparação com exame anterior de 29/07/2014 não foi feita pois a cliente realizou exame em outra máquina (unidade Fleury, diferente da unidade atual). O exame de 07/11/2012 foi feito na mesma unidade que a atual.

A comparação com o exame anterior de 07/11/2012, baseada na Variação Mínima Significativa* calculada em nosso serviço, revela: Coluna lombar L1L4: aumento de 5,1% da BMD.
Fêmur proximal direito: aumento de 10,8% da BMD do colo femoral e 7,5% do fêmur total.

Fêmur proximal esquerdo: aumento de 9,8% da BMD do colo femoral e 9,5% do fêmur total.

 

Estou muito feliz em poder compartilhar este resultado positivo com vocês. Se trata de uma paciente comprometida com o tratamento, que adotou uma alimentação 80% vegetariana e um estilo de vida ativo e que, graças à sua postura de buscar o tratamento para os transtornos físicos e emocionais que podem acompanhar a Menopausa, encontrou energia para continuar cuidando bem de sua família, viajar e estimular seu filho advogado, formado no Brasil, e aprovado aqui no exame da Ordem dos advogados para seguir estudando nos EUA e ser aprovado também no New York Bar Examination – Exame da Ordem dos Advogados de Nova York!

 

Converse com seu médico e adote o tratamento necessário para melhorar e aumentar seu tempo e qualidade de vida! A Medicina avança diariamente e pode nos proporcionar uma vida alegre, ativa, longa e saudável. Se cuide, um abraço e muitas felicidades em 2016!

Categoria: Depoimentos