Mudança na dose necessária de Vitamina D

Uma revisão publicada em 28 de julho de 2010 no Experimental Journal of Biology and Medicine recomenda uma mudança na política global com a finalidade de aumentar a quantidade de Vitamina D que a população recebe.

 

“Nossa responsabilidade com a Medicina exige que as orientações sobre a suplementação com a Vitamina D mude em todo o planeta; a fim de refletir o conhecimento científico atual, sobre a importância da Vitamina D e suas múltiplas e fundamentais funções em nosso organismo.” afirmam especialistas em Vitamina D da Universidade da California e da Universidade da Bélgica.

 

A Vitamina D desempenha papéis fundamentais na saúde dos ossos, intestinos, paratireoides, músculos, cérebro, pâncreas e dos rins.

 

Ajuda a evitar doenças e a regular o metabolismo e o aparelho cardiovascular.

 

A dose diária de Vitamina D recomendada nos EUA é de 200 unidades até os 50 anos de idade e 400 unidades após os 50 anos.

 

Atualmente mais de 50% da população mundial apresenta níveis insuficientes de Vitamina D e, por isto, está mais sujeita vários tipos de doenças como: depressão, cansaço, dores musculares, fibromialgia, aumento do risco para doenças cardiovasculares como pressão alta, enfarte e derrame; aumento do risco de câncer e de osteoporose, inflamações de repetição, baixa resistência a doenças.

 

Você tem níveis suficientes de Vitamina D ?

 

Peça ao seu médico para fazer o exame de sangue e descobrir se você precisa iniciar a suplementação desta vitamina tão importante.
Referência:
http://ebm.rsmjournals.com/cgi/search?sortspec=relevance&fulltext=vitamim+d&x=8&y=10

 

Cada paciente responde de uma maneira diferente a um determinado tratamento médico proposto. Portanto, o tratamento deve ser individualizado para cada paciente, que responderá ao tratamento de uma maneira diferente, dependendo de suas condições de saúde, a sua adesão ao tratamento, a prática de exercícios, a mudança da dieta e a adoção de outras mudanças de estilo de vida aconselhadas pelo profissional responsável.

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.